Arca Nova Vinhão Primoris

Arca Nova Vinhão Primoris

Como manda a tradição, S.Martinho abençoado com o melhor vinho. Decoramos esta série limitada com o mocho, uma das espécies que partilha connosco o seu habitat.
Partilhar
Notas de ProvaUvas colhidas à mão em parcelas seleccionadas em altitude e trabalhadas desde a poda para obtenção de uvas da máxima concentração de cor e aromas. Desengace total para extração do aromas varietais. Maceração pelicular carbónica. Na Quinta das Arcas sempre houve a preocupação e respeito pela natureza, sustentabilidade e ruralidade. A exposição e orientação desta vinha é disso testemunho pois foi pensada para preservação da erosão do Castro Mozinho.
Este vinho foi vinificado com leveduras indígenas o que lhe confere uma distinta autenticidade.
Um vinho superior que promove Biodiversidade e um compromisso com o meio ambiente.


Aspecto:
Cor vermelho rubi de forte concentração.
Aroma: Aromas frescos e bastante frutados lembrando ameixa e amoras silvestres bem maduras.
Na boca: Estrutura forte, densa e concentrada. Taninos bem presentes, mas macios e bem incorporados no conjunto. Não adstringente. Vinho tradicional de perfil contemporâneo.
Perfil
Ano: 2018
Castas: Vinhão 100%
Teor Alcoólico (%vol): 12
Açúcar Residual (g/dm3): <1.5
Acidez Total (g/dm3): 7.3
Enólogos: Fernando Machado e Henrique Lopes
Download Ficha Técnica
O vinho verde tinto, devido às suas características particulares, deve ser sempre servido durante uma refeição. Deverá acompanhar pratos de carnes vermelhas, enchidos e pratos típicos da gastronomia Portuguesa como o sarrabulho, a Lampreia, a Cabidela. O Vinhão pode mesmo acompanhar na perfeição alguns pratos de Bacalhau.
Sugestão: Moelas na Frigideira acompanhado com Arca Nova Vinhão Primoris Vinho Verde
     

Como manda a tradição, S. Martinho abençoado com o melhor vinho. Decoramos esta série limitada com o mocho galego, uma das espécies que partilha connosco o seu habitat.
Na Quinta das Arcas sempre houve a preocupação e respeito pela natureza, sustentabilidade e ruralidade. A exposição e orientação desta vinha é disso testemunho pois foi pensada para preservação da erosão do Castro Mozinho.
Este vinho foi vinificado com leveduras indígenas o que lhe confere uma distinta autenticidade. Um vinho superior que promove Biodiversidade e um compromisso com o meio ambiente.